sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Da amamentação...

Anda por aí muita gente sem nada que fazer. E divertem-se a culpar mães recentes mas de cabeça arejada e bem resolvida felizmente. Fala-se ali sobre amamentação a Pólo Norte decidiu não amementar a sua filha, está no direito dela, e a amamentação não deve ser uma obrigação, nem um sacrifício. Há no entanto algumas pessoas que consideram que sim.
Ora eu amamentei (mal) o Rafael durante 15 dias. Depois da cesariana o leite não subiu, e ele nasceu com hipoglicémia e fez várias ainda na maternidade. Era preciso acorda-lo para o alimentar e ele mal mamava. Na maternidade nunca me disseram que lhe podia dar LA, e se não fosse a pediatra (abençoada Dra. Rosa), eu teria certamente dado em maluquinha. Ela disse que melhor ainda do que o leite materno, o Rafael precisava de uma mãe saudável e calma. E a amamentação dava-me cabo dos nervos. Eu teria amamentado em outras condições. Mas se não for algo agradável para ambos, penso que não vale a pena o sacrificio. Os nossos filhos merecem mães saudáveis, de bem com a vida, alegres e tranquilas e precisam muito mais disso do que de leite materno. Não me sinto menos ligada ao meu filho por não ter amamentado ao peito. Há situações em que "Mais vale um biberão com amor..."
E esta é a minha opinião.

BOM FIM-DE-SEMANA
E aí vem mais um fim-de-semana que se quer tranquilo, no sossego do lar e a compensar os miminhos que esta nova vida nos priva.

4 comentários:

Rit♥Catita disse...

Sou da mesma opinião.
E para ser franca o Valentim até começou a dormir melhor quando começou a beber LA. O que que realmente´interessa é que eles se sintam bem.

Mamã da Caroxinha disse...

Confesso que é tema que me tira do sério, quando as pessoas têm a mania de se meter na vida das outras passo-me!
Mães saudáveis e bem resolvidas é do que os nossos filhos precisam, com ou sem leite materno é apenas um pormenor!
Eu apenas tive leite 3 meses e na altura chorei muito quando ele terminou, mas se um dia tiver mais filhos espero conseguir relaxar e dar de mamar mais tempo se puder, se não puder paciência...
Eles estão cá, são saudáveis e felizes é isso que nos importa!
Bom fim de semana!!!
beijinhos

Pólo Norte disse...

:)))

Mulher X disse...

Amamentar é um privilégio, um prazer ao meu ver. Mas concordo contigo que, cada mãe encara esse ato de uma forma, e está no seu direito disto.
Se for pra amamentar contrariada, sentindo dor, ou pressão "tenho que amamentar", melhor aderir a boa e velha mamadeira!
Curti seu cantinho...
Abçs