segunda-feira, 18 de junho de 2012

As amantes do verão # 18

Os amores de verão...

Decorria o verão de 1993, ela com 16 anos estava no auge da adolescência. Pela primeira vez a liberdade de sair sem os irmãos mais velhos, precorreu com a melhor amiga todas as festinhas do concelho. Logo na primeira entre muitos rapazes que conheceu nessa noite (coisas da idade) estava ele. Olhos azuis, ar sério, moreno e braço ao peito. Os amigos mais faladores e metediços brincaram mais... mas foi do olhar dele que ela não se esqueceu, voltaria a encontrá-lo semanas mais tarde e quis o destino que a melhor amiga se apaixonasse perdidamente por um dos amigos dele. Como bons amigos que (são)eram, tentaram ajudar porporcionando encontros a 4, para que eles se entendessem. Ele namorava e a empatia foi crescendo... encontravam-se todos os dias, os 4. Mas era entre eles os dois que a temperatura subia, a cada conversa, a cada olhar... e assim foi o verão todo. A 31 de Agosto, já não conseguiram disfarçar mais, e deitados sobre a relva de um qualquer jardim, ela preocupava-se por ele namorar... e ele com uma frase singela ("olha-me nos olhos e não penses em mais nada"), fê-la mergulhar naquele profundo azul e beijou-a... Este 31 de Agosto faz 19 anos que esse beijo se eternizou... muita coisa mudou. Já não são tão jovens, nem tão despreocupados. Muita coisa aconteceu, desentenderam-se para se voltarem a entender... e ela escorregou, mas voltou a cair-lhe nos braços como naquela noite...Mas o amor daquele verão ficou e predurou, cresceu... e continua vivo algures...
Esta é a nossa estória.

3 comentários:

Marisa disse...

LINDA!!!!!!

Mamã Petra disse...

Adorei a vossa história é linda, assim como o amor que vos une.

Beijinhos

Bel disse...

É sem duvida uma linda história de amor.. e muito bem contada! Um amor de Verão que perdurou pelas outras estações!
Felicidades
Beijocas