quarta-feira, 12 de março de 2014

Loucas são as noites...

... E os fins de tarde em que o pai não está. Mais uma semana de turno do pai, desta vez com Rafael e mãe bastante constipados.
Ela chora desalmadamente para dormir, porque está cansada, porque não dormiu o dia todo. Ele grita por a ouvir chorar, e chora porque tem ranho, porque lhe doi a perna, a barriga, porque não consegue respirar e na maioria das vezes, chora porque... sim. Sem motivo. E não come, recusa todos os sólidos só bebe leite, a seguir tosse e vomita. E são montanhas de roupa para lavar e passar, felizmente o sol chegou e seca a roupa e anima a alma.
E ela acorda de 3 em 3 horas para comer de dia e de noite, e de noite por vezes demora a adormecer, e só dormimos uma hora ou duas e eu sinto-me exausta. E quando ela dorme ele chora e tosse e geme. E eu estou cansada, tão cansada, que não aguento as noites sozinha com os dois, e venho para casa da minha mãe. E de noite é igual, não durmo. Mas de dia e ao fim da tarde eles têm mais paz. Avos disponíveis para dar colo e brincar, e eu posso serenar e descansar os braços que a miuda já pesa tanto... E estou cheia de sono. É duro ter filhos...

1 comentário:

Arco Iris disse...

Adorei o teu blogue , sobretudo a partilha do que afinal é a ventura de criar os filhos.
Os teus são lindíssimos , este período via passar...e um dia vais recordar com uma certa saudade
Tudo de Bom para eles.