segunda-feira, 4 de abril de 2011

Nós por cá

Vamos indo.
O Rafael, está a crescer, tem dias que come relativamente bem, tem outros que come mal. Dorme bem de noite só acorda para comer e já fez intervalos de 5/6 horas, mas geralmente acorda de 3 em 3. Nota-se que gosta de dormir de manhã (sai à mãe). E dorme cada vez mais durante o dia. Temos saído todos os dias para aproveitar o bom tempo, e na rua ele nem se ouve.

No sábado tivemos o aniversário do meu irmão e da minha cunhada, o meu irmão mais velho já fez 40 anos!! O Rafael foi o centro das atenções, já ri imenso principalmente para mim e para o pai (baba, muita baba) e é todo vivaço, de olhos sempre abertos e atento a tudo. Toda a gente o adorou e quis pegar ao colo e andar de um lado para o outro. Resultado, estava de rastos quando chegamos, mal comeu e dormiu das 22h até ás 3h. Comeu e voltou a adormecer até às 8h. Uma maravilha!!

Esta semana, é A SEMANA!!! 7 semanas após o parto, vou ao hospital saber como está o meu tumor após a gravidez e o parto, será quarta-feira, o Rafael fica com a avó e eu vou passar o dia no hospital a fazer uma batelada de exames, análises e sei lá mais o quê. Nunca sofri por antecipação, mas confesso que estou uma pilha de nervos. Mudamos muito mesmo depois de ter um filho.

Sexta tenho ainda a consulta de avaliação, pois para minha grande vergonha, parece que estou com uma espécie de depressão pós-parto, confesso que todos os dias tento contrariar isso, mas a verdade é que conheço-me muito bem e sei que não estou bem. Tenho um filho lindo, e sinto-me envergonhada por isto, mas tenho de enfrentar para poder resolver.

Da minha forma física nem quero falar, estou horrivel. Acho que vou fazer companhia à Filipa na dieta dela, admiro muito a coragem dela. E se ela não se importar vou tentar também. É que eu já fui muito gordinha, e emagreci muito, antes de engravidar estava no ponto e agora até tenho medo de me pesar. Tenho saudades do ginásio, mas com a cesariana recente e o Rafael tão pequenino é impossível. Sinto-me mal no meu corpo e isso começa a afectar-me muito. Tenho a sorte de ter ao meu lado um homem muito paciente que me ama muito, e que todos os dias me transmite confiança e amor para eu seguir em frente.

E depois tenho a blogosfera, e cada vez que aq1ui venho delicio-me com os vossos comentários, e com os vossos cantinhos e sorrio e rio e choro e dou um pontapé em tudo e continuo... porque sei que vale a pena.

3 comentários:

Mami ( Sónia ) disse...

Espero que corra tudo bem, assim que souberes os resultados tu diz está bem?
Não tens de te sentir mal por estares deprimida, depois de tudo o que já passaste fogo...Mas sim, procura ajuda que é melhor para ti:)
Força na dieta, mas cuidado com o exercício nesta fase.
Beijo grande

Mamã do Príncipe Pipoca disse...

Querida, acho que a Mami já disse tudo, não tens que te sentir envergonhada por te sentires deprimida, tens razão, tanta coisa muda e ser mãe exige tanto de nós, ainda mais com toda a pressão que tens tido...Espero que a consulta corra bem e que trates o que precisas de tratar!
Bjs

disse...

Esse estado de espírito é normal..são demasiadas mudanças a acontecerem ao mesmo tempo; tens razão em relação ao peso,não nos ajuda a sentir bem e se poderes tenta começar a "entrar na linha", eu hj passados 3 anos de se Mãe arrependi-me imenso de não o ter feito logo...agora estou com 8kg a mais....mas a lutar para os perder!